Carregando informações...

  • Tamanho:
    Cor:
    R$
    R$

Como escolher a cadeira de alimentação

Que delícia! Seis meses se passaram desde a chegada do bebê e chegou o tão sonhado momento da introdução alimentar, de apresentar ao seu bebê novos sabores e sensações. Mas, por onde você começar?

Bom, antes de qualquer coisa, você precisa providenciar um local para que o bebê fique sentado enquanto o alimenta. Como o corpo dele ainda não tem sustentação para ficar numa cadeira de adulto, é preciso escolher uma cadeira de alimentação, também conhecida como “cadeirão” ou uma cadeira que se acople às mesas e algumas dicas para a hora da escolha são:


Segurança

Bebês são muito ativos e querem descobrir o mundo. Portanto, é fundamental que a cadeira de alimentação possua:

1. Cinto de segurança, de preferência de 5 pontos, prendendo os ombros e membros inferiores. Observetambém se o cinto possui regulagem de tamanho das alças para acompanhar o crescimento do bebê.
2. Retentor entre as pernas, impedindo que o bebê escorregue por baixo da bandeja.
3. Selo do Inmetro, certificando a qualidade e segurança do produto.

Conforto

Como o seu bebê irá passar boa parte do tempo fazendo refeições na cadeira de alimentação, é fundamental que ela seja confortável. Portanto, nesse momento avalie:

1. O estofamento deve ser acolchoado, macio e não “durinho”.
2. Ajustes de altura da cadeira, pois proporcionam maior conforto para os pais também.
3. Existem opções com inclinações para as costas para que o bebê possa ficar mais confortável após a refeição caso precise esperar os papais terminarem sua refeição.


Limpeza

É só pensar em um bebê comendo que nos vem à cabeça aquelas imagens lindas de bebês com o rosto todo sujo de comida, não é verdade? Então, é muito importante avaliar a facilidade de limpeza na hora de escolher sua cadeira de alimentação também. Prefira:

1. Bandejas removíveis e, de preferência, com duas partes. Assim é possível lavar a parte de cima e passar apenas um pano na parte debaixo, facilitando a limpeza.
2. Estofado com tecido de fácil limpeza e, de preferência, que seja removível e lavável.

Praticidade

Por ser um acessório grande e que deverá ser usado por bastante tempo, é importante avaliar a praticidade do cadeirão, seja para abri-lo e fechá-lo, como também para transportá-lo pela casa.

1. Avalie se o tamanho da cadeira é condizente com o espaço da casa em que ela irá ficar.
2. Prefira modelos fáceis de fechar.
3. Confira o peso da cadeira, afinal, você terá que carregá-la.
4. Existem opções com rodinhas. Para papais e mamães que desejam transportar o cadeirão da cozinha para sala, por exemplo, esse item pode ser importante. Porém, avalie se as rodas possuem trava de segurança.


Design

Um item importante para muitos pais é o design do produto, suas cores, estampas e materiais. Esse critério fica totalmente a critério dos pais. A boa notícia é que existem opções para todos os gostos e que englobam os itens anteriores.

Cadeiras que se acoplam

Embora muitas dicas que demos anteriormente também se apliquem às cadeiras que se acoplam a outras superfícies, algumas dicas específicas para esse tipo de cadeira são:

Avalie onde será acoplada a cadeira, pois precisa ser um lugar seguro e firme. Mesas de vidro, por exemplo, não são uma boa opção. Uma dica é avaliar se a cadeira se acopla à mesa, à cadeira ou a ambas.
Apesar de não terem cintos com cinco pontos, essas cadeiras possuem cintos de 3 pontos e toda cadeira deve ter algum tipo de segurança.
Verifique o peso que a cadeira suporta e até qual idade é indicado usá-la.
Prefira cadeiras com assento ajustável e também com ajuste da bandeja, assim será possível usar a cadeira por mais tempo.
Dê preferência por modelos com bandejas laváveis.

#FicaDica:

1. Verifique o peso/idade que a cadeira de alimentação suporta.
2. Existem cadeiras de alimentação de todos os valores. Avalie sempre a que cabe no seu bolso e oferece as opções que você deseja ;)
Topo